PUBLICIDADE

Kate Middleton fez cirurgia abdominal e alterou foto antes de divulgar diagnóstico de câncer

Princesa confirmou que foi diagnosticada com câncer após semanas de especulação sobre a sua saúde

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

LONDRES - Depois de muita especulação envolvendo a sua saúde, a princesa de Gales, Kate Middleton, de 42 anos, revelou nesta sexta-feira, 22, que está em tratamento contra um câncer. Sem dar mais detalhes sobre o diagnóstico, ela agradeceu as mensagens de apoio e disse estar bem.

PUBLICIDADE

No começo do ano, a princesa passou por uma cirurgia abdominal sem revelar o motivo. Depois de semanas sem aparecer para os súditos, publicou um retrato de família ao lado dos filhos George, Charlotte e Louis em homenagem ao Dia das Mães no Reino Unido, mas logo ficou evidente que a imagem havia sido editada, o que só alimentou os rumores sobre a saúde da princesa e teorias da conspiração nas redes sociais.

Uma semana depois da polêmica foto editada, Kate Middleton foi flagrada por tabloides britânicos fazendo compras ao lado do marido, o príncipe William, herdeiro da coroa britânica.

Veja a linha do tempo da princesa Kate Middleton nos últimos meses

Última aparição em meses

No último dia 25 de dezembro, Kate Middleton esteve na Igreja de Santa Maria Madalena em Sandringham, Norfolk, na Inglaterra, para missa de Natal, seguindo a tradição da família real britânica. Na chegada, ela foi fotografada ao lado do marido William e dos filhos. Depois da cerimônia, parou para fotos e cumprimentos. Essa seria a sua última aparição pública em mais de dois meses.

Princesa de Gales, Kate Middleton, depois da cerimônia de Natal da Família Real em Sandringham, 25 de dezembro de 2023.  Foto: Adrian Dennis AFP

Cirurgia misteriosa

Depois de três semanas, no dia 17 de janeiro o Palácio de Kensington confirmou que Kate Middleton havia sido internada para uma cirurgia abdominal. Sem explicar o motivo da operação ou dar mais detalhes sobre a saúde da princesa, a coroa disse apenas que o procedimento foi “bem sucedido” e negou que tivesse relação com um câncer.

No mesmo dia, o Palácio de Buckingham anunciou que o rei Charles III receberia tratamento para próstata aumentada (depois foi confirmado que o monarca estava com câncer).

Publicidade

William visita Kate em clínica

Em 18 de janeiro, o dia seguinte à cirurgia, o príncipe William foi visto enquanto saia da clínica, onde Kate Middleton se recuperava.

Kate recebe alta

No dia 29 de janeiro, cerca de duas semanas depois da operação, o Palácio de Kensington confirmou que Kate havia recebido alta e voltado para casa em Windsor, nos arredores de Londres, onde seguia em recuperação. Não há imagens do momento em que a princesa de Galles deixou a clínica. Segundo foi divulgado na época, ela só retomaria às funções públicas da coroa na Páscoa.

Rei Charles diagnosticado com câncer

Em 5 de fevereiro, o Palácio de Buckingham confirmou que os médicos descobriram, durante o tratamento para a próstata, que o rei Charles estava com câncer. A coroa disse que não se trata de câncer de próstata, sem informar o tipo.

Kate é flagrada por papparazzi

No dia 4 de março, o portal TMZ publicou uma foto de papparazzi, granulada, em que a princesa Kate Middleton aparecia dentro de um carro dirigido pela sua mãe, Carole Middleton. A imagem que circulou nas redes sociais são foi divulgada por jornais e emissoras britânicas, que noticiaram o fato, mas disseram que Kate havia pedido por privacidade durante o tratamento. Neste momento, já se especulava sobre a saúde da princesa.

Palácio posta foto editada

Em 10 de março, enquanto os boatos corriam, o Palácio de Kensington divulgou uma foto em homenagem ao Dia das Mães, que mostrava Kate Middleton cercada pelos filhos. Segundo informações da coroa, o retrato foi tirado dias antes por William em Windsor. A imagem, que tinha o objetivo de dar uma resposta para as especulações, contudo, teve o efeito contrário. As principais agências de notícias do mundo removeram a foto por suspeitas de manipulação.

Em primeira foto após cirurgia, princesa de Gales Kate Middleton aparece cercada pelos filhos; imagem foi editada Foto: Reprodução

Pedido de desculpas pela foto

Enquanto cada detalhe da foto era esmiuçado nas redes sociais, Kate assumiu a edição da imagem e se desculpou em declaração publicada em suas contas oficiais no dia 11 de março.

“Como muitos fotógrafos amadores, eu ocasionalmente experimento com edição”, disse. “Quero expressar minhas desculpas por qualquer confusão que a fotografia da família que compartilhamos ontem causou.”

Publicidade

O Palácio disse que a princesa fez ajustes mínimos no que deveria ser uma foto informal da família. Na imagem é possível perceber uma falha na manga da blusa da princesa Charlotte, como se um pedaço tivesse sido apagado; o zíper do casaco de Kate está desalinhado; a mão na cintura do caçula Louis está borrada; e as folhas da árvore ao fundo estariam verdes demais para o período, anterior ao começo da primavera no Reino Unido.

Horas depois do pedido de desculpas, Kate foi fotografada ao lado de William deixando o Castelo de Windsor de carro, uma imagem granulada em que é possível ver a princesa olhando pela a janela, do lado oposto da câmera.

Primeira aparição pública depois da polêmica

Na semana seguinte, em 18 de março, Kate Middleton foi vista, mais uma vez ao lado do marido William. Fotos e vídeos divulgados por tabloides e portais mostram o casal fazendo compras em uma loja de alimentos perto de casa, em Windsor. Eles aparecem sorridentes, com roupas confortáveis.

No mesmo dia, a Getty Images sinalizou que uma da rainha Eizabeth cercada pelos netos tirada por Kate em 2022 e divulgada no ano passado, na data em que a monarca celebraria 97 anos, também havia sido editada antes de ser distribuída pelo palácio.

Kate revela diagnóstico

Nesta sexta-feira, 22 de março, a princesa Kate revelou, em vídeo, o diagnóstico de câncer, sem especificar o tipo. Ela também pediu “tempo, espaço e privacidade” enquanto completa o tratamento.

Leia o pronunciamento na íntegra

Gostaria de aproveitar esta oportunidade para agradecer pessoalmente por todas as maravilhosas mensagens de apoio e por sua compreensão enquanto eu me recuperava de uma cirurgia.

Foram dois meses incrivelmente difíceis para toda a nossa família, mas tive uma equipe médica fantástica que cuidou muito bem de mim, pelo que sou muito grato.

Publicidade

Em janeiro, passei por uma grande cirurgia abdominal em Londres e, na época, achava-se que minha doença não era cancerosa. A cirurgia foi bem-sucedida. No entanto, os exames realizados após a operação constataram a presença de câncer. Portanto, minha equipe médica aconselhou que eu fizesse um curso de quimioterapia preventiva e agora estou nos estágios iniciais desse tratamento.

É claro que isso foi um grande choque, e William e eu estamos fazendo tudo o que podemos para processar e administrar isso em particular para o bem de nossa jovem família.

Como você pode imaginar, isso tem levado tempo. Levei tempo para me recuperar de uma cirurgia de grande porte para iniciar meu tratamento. Mas, o mais importante é que levamos tempo para explicar tudo ao George, à Charlotte e ao Louis de uma forma apropriada para eles e para tranquilizá-los de que vou ficar bem.

Como eu disse a eles, estou bem e me fortalecendo a cada dia, concentrando-me nas coisas que me ajudarão a me curar, em minha mente, corpo e espírito.

Ter William ao meu lado também é uma grande fonte de conforto e segurança. Assim como o amor, o apoio e a bondade demonstrados por muitos de vocês. Isso significa muito para nós dois.

Esperamos que entendam que, como família, agora precisamos de tempo, espaço e privacidade enquanto concluo meu tratamento. Meu trabalho sempre me trouxe uma profunda sensação de alegria e estou ansioso para voltar quando for capaz, mas, por enquanto, preciso me concentrar em uma recuperação completa.

Neste momento, também estou pensando em todos aqueles cujas vidas foram afetadas pelo câncer. Para todos que estão enfrentando essa doença, em qualquer forma, não percam a fé ou a esperança. Vocês não estão sozinhos./Com The New York Times

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.