Fórum de IA nos EUA deve reunir Musk e Zuckerberg pela primeira vez após provocações

Evento será fechado e deve ser primeiro encontro público entre os bilionários desde conversas sobre uma luta de MMA

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

O encontro presencial entre Elon Musk e Mark Zuckerberg, apesar das provocações feitas nas redes sociais, não deve ser em um octógono e sim no Senado americano. Um fórum para discutir o uso da inteligência artificial (IA) será sediado pelo senador Chuck Schumer (Partido Democrata) e vai contar com a presença de CEOs de empresas de tecnologia como Sam Altman, da OpenAI, Sundar Pichai, do Google, além dos donos da Meta e do X, ex-Twitter.

PUBLICIDADE

A conferência vai ter sua primeira sessão em 13 de setembro, em uma conversa a portas fechadas que deve discutir a regulação da IA e as formas de fazer com que o avanço da tecnologia seja sustentável para a humanidade.

Com cerca de três horas de duração, o evento também deve incluir representantes da sociedade civil e será o primeiro de nove encontros que os líderes devem participar no Capitólio. Membros da imprensa não foram convidados para a conversa.

De acordo com o site americano Axios, estarão presentes Sundar Pichai, presidente do Google, Eric Schmidt, ex-presidente do Google, Mark Zuckerberg, presidente da Meta, Sam Altman, CEO da OpenAI, Satya Nadella, presidente da Microsoft, Jensen Huang, CEO da Nvidia e Elon Musk, presidente do X, companhia que era conhecida como Twitter.

“Não temos escolha a não ser reconhecer que as mudanças da IA estão chegando e, em muitos casos, já estão aqui”, disse Schumer em junho, sobre IA, segundo o canal americano NBC. “Nós as ignoramos por nossa própria conta e risco. Muitos querem ignorar a IA porque ela é muito complexa. Mas quando se trata de IA, não podemos ser avestruzes que enfiam a cabeça na areia.”

Rinha de bilionários

Essa será a primeira vez que Musk e Zuckerberg vão se encontrar publicamente após as provocações nas redes sociais sobre uma eventual luta entre os bilionários.

Em junho deste ano, Musk “desafiou” Zuckerberg para uma luta em postagem no seu perfil na rede social. “Eu estou pronto para uma luta de jaula se ele estiver”, escreveu. Musk fez o “desafio” em tom de brincadeira, seguido de risadas (“lol”, que significa “rindo em voz alta”, na sigla em inglês), quando a Meta estava prestes a lançar o Threads, concorrente do Twitter.

Publicidade

Mark Zuckerberg compete em Jiu-Jutsu Foto: Instagram/@zuck/Reprodução

“Tenho certeza de que a Terra mal pode esperar para estar exclusivamente sob o controle de Zuck, sem outras opções”, também escreveu Musk sobre o caso.

Zuckerberg, por sua vez, aceitou o “desafio” em postagem no seu perfil do Instagram, em que reproduziu a fala de Musk com a legenda “mande a localização”.

Desde então, uma série de farpas sobre data e local foi trocada entre os empresários e a luta já foi especulada para acontecer no Coliseu, em Roma, depois da intervenção de Dana White, presidente do Ultimate Fighting Championship (UFC).

Em meados de agosto, porém, Zuckerberg disse que ofereceu uma data real para o combate, mas que Musk “não confirma uma data, depois diz que precisa de cirurgia e agora pede para fazer uma rodada de treino no meu quintal”.

“Se o Elon algum dia levar a sério uma data real e um evento oficial, ele sabe como me contatar. Caso contrário, é hora de seguir em frente. Vou focar em competir com pessoas que levam o esporte a sério”, escreveu Zuckerberg em sua conta no Threads.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.