PUBLICIDADE

Saiba quem são os deputados do PL que não assinaram o pedido de impeachment de Lula

17 deputados do partido do ex-presidente Jair Bolsonaro não assinaram o pedido de impeachment do petista; entre eles está o líder da sigla na Câmara, Altineu Côrtes (RJ)

Foto do author Gabriel de Sousa
Por Gabriel de Sousa

BRASÍLIA - O pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), protocolado pela oposição na semana passada, não conta com a assinatura de 17 deputados do Partido Liberal, sigla do ex-presidente Jair Bolsonaro. Por não terem colaborado com o texto, que acusa o petista de ter cometido crime de responsabilidade ao ter comparado os ataques israelenses em Gaza com o Holocausto, esses parlamentares devem ser recebidos com mais afagos pelos ministros do governo federal.

Governo federal deve retaliar deputados que assinaram o pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) Foto: Wilton Junior/Estadão

A bancada do PL na Câmara dos Deputados possui 96 deputados, sendo que a sigla foi responsável por 78 dos 139 apoios ao pedido de impeachment. Também está prevista a inclusão de uma 79º assinatura, a do deputado Giacobo (PL-PR) em um aditamento.

PUBLICIDADE

Por outro lado, 17 deputados do partido do ex-presidente Jair Bolsonaro não assinaram o requerimento de impeachment. Entre esses parlamentares, está o líder do PL na Câmara, Altineu Côrtes. Ele é um dos principais aliados de Bolsonaro e participou do ato realizado na Avenida Paulista neste domingo, 25. O Estadão procurou o líder do partido, mas não obteve retorno.

Uma liderança da Câmara disse ao Estadão/Broadcast nesta terça-feira, 27, que o Planalto elogiou os integrantes do PL que não assinaram o texto. Esses parlamentares devem ser mais bem recebidos por ministros a partir de agora.

O pedido de impeachment foi encabeçado pela deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) e possui 49 páginas. O documento afirma que o presidente da República cometeu “ato de hostilidade contra Israel” por meio de “declarações de cunho antissemita”. No último dia 18, Lula comparou a incursão de Israel na Faixa de Gaza com o extermínio de judeus promovido pela Alemanha nazista.

O Planalto prepara uma retaliação a 49 signatários da proposta que fazem parte de partidos que integram a base do governo. Esses deputados devem ser prejudicados no repasse de emendas, além de terem indicações a cargos regionais suspensas.

Dos 17 deputados que não assinaram, oito são da região Nordeste, tradicional reduto lulista. Mas o Estado com mais parlamentares do PL que não estão na lista é o Rio de Janeiro, domicílio eleitoral de Bolsonaro. Além de Altineu, não apoiam o projeto Luciano Vieira e Soraya Santos.

Publicidade

Deputados costumam contrariar o PL e votar favor do governo Lula

Dois deputados costumam votar com o governo Lula mesmo representando o partido de oposição. Um deles é Ícaro de Valmir (PL-SE), que contrariou o PL e votou junto com o governo em pautas importantes do ano passado como a taxação dos super-ricos e a reforma tributária.

Filiado à legenda desde o ano passado, Ícaro declarou voto em Bolsonaro na eleição presidencial. Já em Sergipe, ele apoiou o senador petista Rogério Carvalho, que perdeu o segundo turno para o governo estadual. Em um vídeo nas redes sociais publicado em 2022, Ícaro de Valmir aparece fazendo o 13 (número de urna do PT) com as mãos em cima de uma caminhonete.

Pai do ex-ministro das Comunicações Fábio Faria, o deputado federal Robinson Faria (PL-RN) também desobedeceu a orientação do PL nos dois projetos. Ele ainda apoiou uma medida provisória do Planalto que concedeu um reajuste salarial de 9% a servidores federais, projeto que o partido de Bolsonaro foi contrário.

Em 2014, quando era filiado ao PSD, Robinson foi eleito governador do Rio Grande do Norte em uma coligação com o PT. No X (antigo Twitter), naquele ano, o deputado publicou diversas postagens de apoio ao então ex-presidente Lula. Em 19 de setembro daquele ano, o parlamentar afirmou que o petista era o “político mais popular da história do Brasil”.

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

Veja quais deputados do PL não assinaram o pedido de impeachment de Lula

  1. Altineu Côrtes (PL-RJ)
  2. Henrique Júnior (PL-MA)
  3. Ícaro de Valmir (PL-SE)
  4. João Carlos Bacelar (PL-BA)
  5. Jorge Goetten (PL-SC)
  6. Júnior Mano (PL-CE)
  7. Luciano Vieira (PL-RJ)
  8. Luiz Carlos Motta (PL-SP)
  9. Matheus Noronha (PL-CE)
  10. Paulo Marinho Jr (PL-MA)
  11. Robinson Faria (PL-RN)
  12. Rosângela Reis (PL-MG)
  13. Sonize Barbosa (PL-AP)
  14. Soraya Santos (PL-RJ)
  15. Tiririca (PL-SP)
  16. Vinícius Gurgel (PL-AP)
  17. Wellington Roberto (PL-PB)
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.